Esportistas devem ficar atentos à problemas odontológicos

Todo esportista deve ficar atento à respiração e muitas vezes, problemas respiratórios tem relação direta com os dentes.

A qualidade de vida e o alto desempenho físico dependem de um organismo equilibrado, e alguns problemas bucais têm impacto direto em vários sistemas. O corpo deve estar em perfeita harmonia para que os músculos respondam rapidamente aos comandos cerebrais.

Postura, correto alinhamento da mandíbula em relação à cabeça, espaço suficiente para a língua ajudam a melhorar a respiração, diminuindo a carga cardiorrespiratória e aumentando a performance.

A avaliação de um Odontologista pode significar a diferença entre ganhar ou perder. A respiração bucal, por exemplo, provoca alterações significativas reduzindo a capacidade aeróbica. Contatos prematuros deixam a mandíbula mais susceptível a traumas, e infecções na cavidade bucal podem atingir o restante do organismo. Nos atletas isso acontece com maior velocidade, por conta do metabolismo mais acelerado.

O desequilíbrio na boca pode afetar outras regiões do corpo, inclusive órgãos vitais, como coração, pulmão, articulação, podendo comprometer a recuperação de lesões musculares. As bactérias que vivem na placa dental podem causar problemas cardiovasculares, pois provocam inflamação nas artérias, privando o tecido coronário de oxigênio. O processo pode levar à endocardite bacteriana e arteriosclerose.

É importante que o atleta profissional procure um Odontologista especializado em esportes, pois é preciso ter cuidado com a utilização de substâncias que possam interferir no exame antidoping.

Related Posts